26
Jan 09

Hoje em dia a publicidade é cansativa, irritante e repetitiva, para além de ser enganosa, com promessas e ilusões, isto acontece mais na publicidade comercial. Na TV, na rádio, nos jornais e nos cartazes junto às estradas, a publicidade ocupa todos os lugares.

A publicidade de compra e venda elabora os anúncios de tal forma completos, que seduzem as pessoas, levando-as a desejar o produto e mais tarde acaba por consumi-lo.

Pelo contrário temos também a publicidade institucional, que a meu ver é a ideal para informar as pessoas de problemas muito graves. Este tipo de publicidade aborda temas muito interessantes e transforma-os em anúncios bastante apelativos, tais como: “Fumar Mata”, “Se conduzir não beba”, etc., anúncios que apelam às consciências dos cidadãos, levando-os a reflectir sobre os assuntos. Acho que este tipo de publicidade é útil para a comunidade e acho, também, que se devia apostar mais neste tipo de anúncios.

Na minha opinião, o problema reside nos interesses comerciais apoiados no excesso de publicidade que existe. Deveríamos começar por reduzir a publicidade, sobretudo a comercial e, em último, deveriam ser devidamente fiscalizadas as normas existentes porque, a meu ver, alguns anúncios ultrapassam um bocado o limite.

publicado por andreiasofias7 às 19:12

Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
27
28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO