07
Abr 07

        Naquela noite, a minha disse-me que era a minha última oportunidade, ou passava a comportar-me bem ou iria mudar-me de escola e afastar-me de todos aqueles que eu conhecia.Apesar de eu pedir desculpa, mandou-me mais cedo para o meu quarto. Nessa altura senti que a minha mãe estava a falar a sério. Deitei-me na minha cama e adormeci sem dar conta. Essa foi talvez a noite mais longa da minha vida.

       

         Quando acordei foi até ao espelho e não me vi, achei estranho e fui de imediato lavar a cara. Nessa altura ouvi a minha mãe que dizia assim: "Meu deus, a minha filha parece não ter emenda, está sempre a fazer asneiras, só queria que ela ficasse invisível e disse o mal que está a fazer."

         Então entendi, o pedido da minha tinha-se realizado. Revoltada, saí de casa a correr sem saber para onde ia.  Como todos os dias, passei pela padaria para fazer caretas aos clientes que lá estavam. Contudo, ao contrário dos outros dias, as pessoas nem se mexeram, ninguém me chamou malandra e/ou marota. Foi aí que percebi que estava invisível e que devia fazer o que a minha mãe pediu.

         Aproximei-me das pessoas e comecei a ouvir as suas conversas:

         " - Aquela malandra ainda não apareceu!

           - Pois é tens razão, é estranho. No fundo gosto muito dela, faz-me lembrar o meu neto querido que faleceu há uns anos. Às vezes apetece-me abraça-la."

         Ao sentir o carinho que as pessoas tinham por mim, senti um calor tão forte que acordei e dei por mim bem visível e abraçada ao meu urso de peluche.

         Tudo tinha cido um sonho, não tinha saído do meu quarto. Vesti-me, fui ao espelho, olhei para mim e prometi que naquele dia iria abraçar a senhora da padaria e que a partir daquela noite não ia fazer mais asneiras.

         Segura que iria retribuir o carinho que as pessoas lhe tinham e deixar a sua mãe muito orgulhosa, Susana mudou para sempre.

publicado por andreiasofias7 às 11:43

Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO