11
Out 07

            Anita vende a doçura em frascos. Enche-os de compota e fruta, tapa-os e cola-lhes uma etiqueta, mas, em vez de escrever compota disto ou compota daquilo, de mirtilos ou de pêssego, de marmelo ou de morango, arredonda a letra e escreve apenas Doçura. Senta-se no passeio com os frascos de fronte, expostos no asfalto, junto aos pés, e não lhe faltam clientes. A compota vende-se muito bem e ninguém regressa para reclamar: quem compra a doçura está toda nos olhos de Anita.

        Anita vivia com a avó numa casinha muito pequena nos subúrbios de Lisboa. A sua avó era uma velhinha muito doente. Um certo dia, Anita, desesperada ao vê-la a piorar de dia para dia, tentou encontrar uma solução para salvá-la.

        Quando, de repente, pensou que poderia cozinhar pois tinha esse dom. Anita não sabia a quem saia, pois nunca tinha conhecido os seus pais, mas o certo é que toda a gente gabava os seus cozinhados. A primeira cliente de Anita foi a D. Francisca, a sua vizinha da frente que rapidamente espalhou a notícia foi se espalhando e em pouco tempo a Anita já era conhecida na capital.

        Anita pensava que as pessoas a procuravam apenas pelos seus doces, mas enganava-se porque as pessoas procuravam-na também pela sua beleza. A menina com o tempo foi conseguindo o que queria e todo o dinheiro que ganhava era para os medicamentos da avó.

         A sua avó tinha uma admiração muito grande por Anita, pois sabia que ela gostava muito de si e só fazia aquele sacrifício para a ajudar. Elas davam-se muito bem e Anita considerava a sua avó como uma melhor amiga. Anita ao ajudar a avó só esperava receber uma coisa em troca que era as suas melhoras. No fundo a Anita sentia-se uma menina feliz.

publicado por andreiasofias7 às 15:10

comentários:
Finalmente, Andreia, nota-se progresso no que diz respeito à correcção ortográfica. Este texto é um bom exemplo, havendo pequenas falhas ao nível da acentuação.
Porém, espero que o próximo texto possas desenvolver mais as personagens, melhor descrição, mais enredo, etc.
Prof. Paulo Faria a 18 de Outubro de 2007 às 16:28

Está muito fixe o teu Blog e os textos também. Continua assim miúda
Diana Cachada a 23 de Outubro de 2007 às 15:09

Olá Andreia!
Gostei muito do teu texto. Parabéns!
Este blogue é uma excelente forma de desenvolveres as tuas competências de leitura e escrita.
Vai escrevendo que eu vou espreitando ;-)
Parabéns
Elisabete Abreu a 24 de Outubro de 2007 às 22:04

Outubro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

links
blogs SAPO